Política de privacidade

1. Responsavél pelo tratamento dos dados pessoais: Lidera Network S.L. com NIF B-82492943 e situado em Avenida de Manoteras 22, 28050 de Madrid, Espanha.

Lidera conta com um delegado de proteção de dados, para qualquer questão relacionada com a proteção de seus dados pessoais, poderá contatar conosco através da direção de correio eletrônico dpo@lidera.com. Para outro tipo de informação utilizar qualquer das seguintes vias:
• Telefone 91 837 58 80
• Email: info@lidera.com

2. Tratamentos realizados: A continuação, se detalham os aspectos mais relevantes dos tratamentos de dados pessoais que se realizam através da web: os dados coletados, sua procedência, a finalidade do tratamento, a base da legitimação, o prazo de conservação e, em seu caso, os destinatários dos dados.

E-mail e formulário de contato:
• Dados: nome, telefone, e-mail, empresa e outros dados que o interessado necessite entregar.
• Procedência: o própio interessado através do e-mail ou da página web.
• Finalidade: atender consultas.
• Base de legitimação: consentimento.
• Prazo de conservação: 1 ano depois de haver cumprido a finalidade.

Formulário registro de Partners:
• Dados: nome, endereço, código postal, país, CNPJ, telefone, e-mail, empresa e outros dados que o interessado necessite entregar.
• Procedência: o própio interessado.
• Finalidade: registrar e gestionar a conta de patner em nossa plataforma.
• Base de legitimação: execução de um contrato onde o interessado faz parte.
• Prazo de conservação: até 2 anos depois de haver cumprido a finalidade.

Comunicaçõess comerciais:
• Dados: nome, e-mail, direção postal.
• Procedência: o própio interessado.
• Finalidade: comercial, promocional e estatística para fins de marketing direto.
• Base de legitimação: consentimento explícito para as comunicações por via eletrônica; consentimento inequívoco para comunicações não eletrônicas; interesse legítimo para a remissão de comunicações não eletrônicas quando os dados possam ser obtidos legalmente e se tenham coletados com listas de exclusão publicitárias, assim como quando seja aplicável a previsão do artículo 21 da Lei 34/2002 e sempre que sejam tratados os dados para uma finalidade estatística ou para conhecer se uma comunicação há sido recebida, reenviada ou aberta.
• Prazo de conservação: até que o usuário cancele a inscrição sem que isso condicione, em seu caso, a execução do contrato que foi formalizado com Lidera Network.

Recepção de CV:
• Dados: documentos remitidos a Lidera pelo remitente, todo o conteúdo que seja diretamente acessível através dos buscadores (Bing, Google, Baidu, DuckDuckGo, etc.), os perfis que mantenham em redes sociais profissionais (LinkedIn, Xing, Viadeo, etc.), os dados obtidos nas provas de acesso e a informação que se revele na entrevista de trabalho.
• Procedência: o própio interessado ou, no caso de que a Lidera inicie a busca com a ajuda de terceiros, portais de emprego (Infojobs, Tecnoempleo…), redes sociais, webs de terceiros e outros.
• Finalidade: valorar a candidatura e poder, em seu caso, oferecer um posto de trabalho ou de colaboração.
• Legitimação: execução de um contrato em que o interessado é parte ou para a aplicação de petição deste de medidas pré-contratuais e, no caso de buscas iniciadas por Lidera, de interesse legítimo.
• Prazo de conservação: até 2 anos desde a recepção dos dados remitidos pelo candidato ou a finalização do processo ao que o interessado se aplicou, o que mais tarde aconteça.

Câmeras de vídeo vigilância nas instalações de Lidera:
• Dados: imagem.
• Procedência: câmeras de vídeo vigilância instaladas na sede do responsável.
• Finalidade: garantir a segurança de pessoas, bens e instalações.
• Base de legitimação: interesse público (Ley 5/2014) e legítimo.
• Prazo de conservação: até 1 mês traz captação ou gravação da imagem.

DPD e exercício de direitos RGPD:
• Dados: dados que figuram no documento oficial e aqueles outros que aportem o usuário na solicitação do exercício de direitos.
• Procedência: o próprio interessado através do correio dpo@lidera.com.
• Finalidade: atender o exercício de direitos RGPD.
• Base de legitimação: cumprimento de uma obrigação legal.
• Prazo de conservação: 1 ano depois de haver cumprido a finalidade.
• Transferências internacionais: para prestar o serviço de DPO se realiza o uso dos serviços de comunicação por correio eletrônico do Gmail, produto que pertence a empresa estadounidense Google LLC que, portanto, terá acesso aos dados pessoais derivados desta atividade.

Google é uma entidade estadounidense aderida ao Escudo da Privacidade ou Privacy Shield (ver ficha de Google na Privacy Shield), com política de privacidade própria..

3. Período de bloqueio de dados pessoais: em determinados casos a lei exige a Lidera que conserve certos dados pessoais por um prazo superior ao indicado para poder coloca-los a disposição dos tribunais. Em todo caso, esses dados somente se conservaram para essa finalidade e durante o tempo indicado.

• 4 anos: Lei sobre Infrações e Sanções na Ordem Social (obrigações em matéria de afiliações, altas, baixas, cotização, pagamento de salários…); Arts. 66 e sig. Lei Geral Tributária (livros de contabilidade…).
• 5 anos: Art. 1964 Código Civil (ações pessoais sem prazo especial).
• 6 anos: Art. 30 Código de Comércio (livros de contabilidade, faturas…).
• 10 anos: Art. 25 Lei de Prevenção de Branqueio de Capitais e Financiamento do Terrorismo.

4. Destinatários ou cessionários: Lidera Network não cede dados de caráter pessoal a terceiros salvo por obrigação legal ou em casos para os que o interessado tenha consentimento traz haver sido devidamente informados.

5. Transferências internacionais: não se prevê transferências internacionais de dados salvos aqueles que se indiquem especificamente nas atividades de tratamento.

6. Como exercer os direitos: de forma gratuita os usuários podem se dirigir a Lidera para solicitar o exercício dos direitos seguintes.

• Direito a solicitar o acesso aos dados pessoais: você poderá peguntar a Lidera Network se essa empresa está tratando seus dados pessoais e em caso afirmativo, que dados pessoais está tratando.
• Direito a solicitar sua retificação (em caso de que sejam incorretos) ou supressão.
• Direito a solicitar a limitação de seu tratamento, em cujo caso unicamente seram conservados por Lidera Network para o exercício ou a defesa de reclamações.
• Direito a se opor ao tratamento: Lidera Network deixará de tratar os dados na forma que você indique, salvo que por motivos legítimos imperioso ou o exercício ou a defesa de possíveis reclamações se tenham que seguir tratando.
• eito a portabilidade dos dados: em caso de que queira que seus dados sejam tratados por outra firma, Lidera Network te facilitará a portabilidade de seus dados ao novo responsável.

Esses direitos podem ser exercidos através do domicílio social indicado no cabeçalho ou através do e-mail dpo@lidera.es. Em todo caso o interessado deverá se identificar com seu documento oficial ou outro documento identificativo válido.

O interessado pode consultar a página da Agência Española de Proteção de Dados para ampliar a informação sobre seus direitos e ter acesso aos formulários e modelos.

Em caso de que um interessado não esteja satisfeito com a resolução de suas reclamações por parte da Lidera, pode se dirigir em todo momento e de forma gratuita a Agência Espanhola de Proteção de Dados para se colocar em conhecimento estes fatos.

7. Possibilidade de retirar o consentimento no caso de que se concedeu o consentimento para alguma finalidade específica, o interessado tem direito a retirar em qualquer momento, sem que afete a legalidade do tratamento baseado no consentimento prévio da sua retirada.

8. Vários

Sistema analítico para evitar o spam: esta página web tem implementada a API reCAPTCHA, que recolhe informação de software e hardware, como dados da aplicação e do dispositivo, e os envia a Google para que se analise. Esta informação se utiliza para melhorar o serviço reCAPTCHA e a segurança geral. Não se utilizará para publicar anúncios personalizados de Google.

Tratamento de dados pessoais em RRSS: algum dos tratamentos que se indicam nessa política de privacidade podem ser realizados através dos serviços de redes sociais. O titular da página web e do perfil em RRSS é corresponsável, junto com os titulares das redes sociais, do tratamento correspondente a obtenção inicial de dados dos usuários. Estes são os corresponsáveis principais a efeitos de gestão de dados e recepção de solicitações de exercício de direitos por parte dos interessados. Os titulares de cada uma das redes sociais são, por sua parte, responsáveis únicos ou com terceiros dos tratamentos que realizem uma vez que se tenha obtido os dados.

X
X